Nossos Destaques

Quartos de Menino | Temática Realeza é Tendência

Quartos de menino | Temática da realeza com coroas e brazões

 

Vem um príncipe por aí? Invista em uma decoração com um estilo mais clássico para o quartinho dele. As coroas e os brasões estão cada vez mais presentes na décor dos quartos de meninos. Elegante e cheia de estilo, a temática realeza é uma tendência na decoração de quartos de bebê. Para dar esse ar real ao quartinho, invista em móveis e em um enxoval com linhas cleans e clássicas.

Os quartos de príncipes ficam lindos em tons pastéis e, claro, no tradicional azul. Outra dica é colocar detalhes dourados no quartinho – o tom combina perfeitamente com a temática realeza.

 

Mãe Sem Frescura - Temática realeza é tendência em quartos de menino

 

Acessórios são importantíssimos!

Além de investir em um belo enxoval completo, também é legal você comprar alguns acessórios para compor o ambiente. Itens como kit higiene, quadrinhos personalizados, almofadas, abajur e ursinhos são ótimas opções.

 

Mãe Sem Frescura - Temática realeza é tendência em quartos de menino

Mãe Sem Frescura - Temática realeza é tendência em quartos de menino

Mãe Sem Frescura - Temática realeza é tendência em quartos de menino

 

Apaixonada pela sua família e por corridas, vive intensamente a rotina de mãe que trabalha fora, reforçando o conceito do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Moda Infantil para bebês: loja virtual Dinda oferece modelos diversificados para o seu bebê ficar sempre na moda

Moda Infantil para bebês: loja virtual Dinda oferece modelos diversificados para o seu bebê ficar sempre na moda

 
Na loja é possível encontrar peças que fazem parte das últimas tendências de vestuário infantil, em modelos exclusivos que exibem estampas singelas, materiais de qualidade e cortes confortáveis para o seu bebê.

 

Não é somente a moda teen e adulta a ganhar novas tendências estação após estação.  Desde o surgimento do conceito “moda infantil” diversas marcas têm se engajado na criação de belas e confortáveis coleções até mesmo para os bebês, que necessitam de um enxoval completo tanto para o frio quanto para o verão.
Mãe Sem Frescura - Loja Dinda
Evidentemente, as lojas especializadas em moda infantil acompanham esses lançamentos, levando até aos papais e mamães as melhores peças para o seu bebê, conforme oscilam as temperaturas do ano.  A Dinda – loja virtual especializada em artigos infantis –, já faz parte do grupo de lojas virtuais que oferecem um amplo estoque de roupinhas para crianças de zero a três anos, além da linha infanto-juvenil.
Um dos destaques são os macacões, confeccionados em algodão ou malhas hipoalergênicas para garantir o toque suave na pele do bebê.
As opções são diversas, entre cores, estampas e texturas, permitindo a escolha conforme o sexo do bebê, ou ainda, acompanhando os tons escolhidos para todo o enxoval.

Alternativas para todos os períodos do ano

Além dos macacões, a Dinda ainda fornece vestidinhos, conjuntos, pijamas, colete, camiseta, bermuda e até mesmo jaquetas e blazers para bebês. Tais peças fazem parte das últimas tendências de vestuário infantil, que além de possuírem recortes exclusivos, exibem estampas singelas, fiéis à delicadeza do bebê.
E, como o outono-inverno reserva correntes de ar frias, prejudiciais à saúde do pequeno ou pequena, a Dinda trouxe conjuntos com calça e blusa revestidos por dentro, ideais para manter o corpinho sempre quente e protegido.  A Jaqueta Peluciada, por exemplo, consegue deixar a criança agasalhada sem, no entanto, provocar desconforto ou sensação de “aperto”.
Vale enfatizar que a Dinda é uma loja com criptografia segura e por isso o consumidor online não precisa se preocupar em fornecer seus dados pessoais e financeiros ao efetuar a compra, já que estará resguardado de quaisquer ameaças virtuais. Em caso de defeitos de fabricação na peça escolhida, a loja efetua a troca gratuitamente, dentro de sua política de devoluções, fundamentada no Código de Defesa do Consumidor.

De acordo com informações explicitadas pela própria loja, a entrega dos pedidos é feita através de uma transportadora contratada, levando em conta o tipo do produto, tamanho, peso e destino. Os pedidos podem ser solicitados de qualquer ponto do território nacional, porém, não é possível agendar data e horário da entrega, ficando essa decisão a critério da transportadora.

Apaixonada pela sua família e por corridas, vive intensamente a rotina de mãe que trabalha fora, reforçando o conceito do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Como Montar um Enxoval de Bebê?

Como montar um enxoval de bebê?


Antes de ir às compras, faça uma lista dos itens que são realmente necessários. Seja realista e foque no que você precisa ter em casa para receber bem o seu bebê.

 
Passada a emoção de descobrir que um bebê está a caminho, é chegada a hora de preparar o seu enxoval. As lojas de produtos infantis estão sempre lotadas de roupas, acessórios e outros mimos que fazem a cabeça das mães. Mas, nesse primeiro momento, é hora de focar em peças que são realmente necessárias para o seu bebê.
Mãe Sem Frescura - Loja Dinda - Como Montar um Enxoval de Bebê 1

 

O que é preciso comprar?

 

Antes de ir às compras, faça uma lista dos itens que são realmente necessários. Seja realista e foque no que você precisa ter em casa para receber bem o seu bebê. Veja abaixo os itens indispensáveis para o enxoval:

 

Roupas: Para o vestuário do bebê, bodies e macacões com mangas curtas e longas, calças com ou sem pé, macacões, casaquinhos, meias e mantas são as principais peças de roupa. Se o bebê nascer no verão, inclua bodie s regata, macacões de manga curta, vestidos, bermudas e camisetas. Já se o parto for em pleno inverno, providencie mais alguns bodies de manga comprida, macacões de plush, toucas, luvas, casacos, calças e vestidos para passeio. Compre, no máximo, cinco unidades de cada tipo de peça. Além disso, invista em roupas de tamanho pequeno, pois as peças RN (recém-nascido) vestem apenas bebês prematuros ou de até 3kg.

 

Higiene: Paninhos de boca, hastes flexíveis de algodão, escova e pente de cabelo, algodão em bolas, álcool 70%, garrafa térmica e pote de acrílico para água aquecida, lenços umedecidos, sabonete neutro, shampoo neutro, termômetro, cesto para roupas sujas, trocador macio, cesta organizadora e banheira. Apenas um item de cada é suficiente e você pode ir repondo conforme eles acabarem. Quanto ao creme para assaduras e às fraldas, peça recomendações ao pediatra do bebê antes de comprar determinada marca e tenha sempre uma outra opção à mão, para o caso de alergias.

 

Quarto: berço, colchão D18, cômoda, luminária ou abajur, lixeira, 3 jogos de lençol, cobertor, toalhas com capuz, protetores de berço (kit berço) que possuam mecanismos de segurança.

 

Passeio: carrinho, bebê conforto para o carro, bolsa com trocador.

 

Alimentação: pratos e talheres infantis, cadeirão, mamadeiras para suco, água e leite, escova para higienizar mamadeiras, bolsa térmica para mamadeira, peneira para papinhas, potes para congelar papinhas.

 

Se você é mãe de primeira viagem e não sabe por onde começar, convide uma amiga que já tenha filhos para te acompanhar nas compras.


Quando começar a montar o enxoval?

 

Especialistas recomendam que o enxoval comece a ser montado a partir do 4º mês de gestação. Nessa época, os principais riscos já passaram e é possível que você já saiba o sexo do seu bebê, podendo comprar peças em cores específicas. Aproveite que sua barriga ainda não estará muito pesada e comece comprando os móveis para o quarto, o carrinho de bebê e outros itens grandes. O restante das peças pode ser comprado aos poucos. No site Dinda (www.dinda.com.br) você encontra tudo o que precisa para montar seu enxoval.


O que pode ser deixado para depois?

 

Sapatos e roupas mais moderninhas e cheias de detalhes chamam a atenção nas lojas, mas não devem fazer parte das compras de enxoval. Esses e outros itens que não tão essenciais podem ser deixadas para depois, até porque o recém-nascido não vai precisar de acessórios complicados e nada úteis.


E o chá de bebê?

 

O chá de bebê é um momento de comemoração da chegada do bebê com a família e os amigos. Normalmente, a futura mamãe lista alguns itens que ainda são necessários para que os convidados presenteiem com algo realmente útil. Se você pretende fazer uma festa desse tipo, considere o evento como uma etapa da preparação do enxoval. Marque a data entre o 6º e o 7º mês de gestação, pois nesse momento você ainda está bem disposta para receber os convidados e para comprar algo que porventura falte após o chá. Se você optar por organizar um chá de fraldas, peça aos seus convidados que levem fraldas de diferentes marcas. Já imaginou se você ganha apenas um tipo de fralda e ela provoca alergia em seu bebê? Ganhando fraldas variadas o risco de errar é bem menor.

Apaixonada pela sua família e por corridas, vive intensamente a rotina de mãe que trabalha fora, reforçando o conceito do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

A Alegria e Complicação de Ser Mãe – 1º Passeio do Bebê

A Alegria e Complicação de Ser Mãe – 1º Passeio do Bebê

Quando finalmente o teste da farmácia dá positivo, a gente se depara com aquela euforia sem tamanho, com aquele sentimento que agora somos mães, um amor inexplicável. Não pensamos mais no “eu”, e sim, em “nós”. Nunca mais seremos como antes, porque a partir daquele momento, mesmo que o bebê seja do tamanho de um grão de arroz, essa é a prioridade de nossas vidas.

A Alegria e Complicação de Ser Mãe - 1 Passeio do Recém Nascido - Mãe Sem Frescura

A vida se transforma, começamos a ver o mundo com outros olhos, ter medo de tudo, e principalmente, pensar no futuro. Um futuro que ainda é incerto, embora na loucura da cabeça de uma mãe tenta planejar nos mínimos detalhes para que nada saia errado e a felicidade do seu filho esteja sempre presente naquele sorrisinho lindo.

Em meio a esse turbilhão de sentimentos, a gente se fecha e após o parto, muitas mães ficam meses em casa trancafiada.

Por que?
Por que muitas escolhem a reclusão?
Por que achamos que ficarmos em casa com o bebê recém nascido é a melhor alternativa?

A resposta é o MEDO! O medo da culpa, porque você pensa que se você sair e seu filho ficar doente, a culpa será integralmente sua.

Podemos mudar este cenário? Podemos simplesmente curtir a maternidade sem esta culpa? Sim, claro! Deve-se sim ficar em casa o tempo que foi estipulado pelo pediatra, embora seja importante verificar se o médico escolhido não é precavido demais, o que atrasará neste processo. A recomendação gira em torno de 30 a 40 dias (data de algumas vacinas), entretanto este período pode ser reduzido com alguns cuidados, ou seja, passeios que buscam tranqüilidade, sem aglomeração de pessoas e muito ar puro.

Que tal um parque às 8 ou 9h?!
Muita natureza, ar puro e tranquilidade, o lugar perfeito para o bebê finalmente ver, mesmo que embaçado, o mundo que o espera. Caso a estação seja o inverno não se intimide, procure um dia com uma temperatura amena, agasalhe o bebê do mesmo jeito que está vestida e pronto! Vamos passear?!

Assim, o processo de curtir a maternidade se inicia com a coragem para vivenciar a primeira saidinha com o bebê, fazendo com que aquele medo de antes fique no passado.

Aproveite, porque esta fase é única!

www.maesemfrescura.net

Apaixonada pela sua família e por corridas, vive intensamente a rotina de mãe que trabalha fora, reforçando o conceito do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Como Estimular o seu Bebê Mês a Mês – Estimule Brincando por Terapeuta Ocupacional

Como Estimular o seu Bebê Mês a Mês – Estimule Brincando por Terapeuta Ocupacional

Hoje o blog Mãe Sem Frescura recebe com muita satisfação a Terapeuta Ocupacional, Raquel Jaskulski, proprietária do IG/Fan Page Mamãe Cria e Brinca.

Conheci a Raquel pelo Instagram e fico apaixonada por cada postagem que ela faz, sempre incentivando com muita criatividade os pais e bebês, gerando assim praticidade, autonomia e muita diversão. Logo, a convidei a participar do blog abordando o tema “Como Estimular o seu Bebê Mês a Mês”, ou seja, como os pais podem estimulá-los brincando dentro das possibilidades que um bebê pode ter naquele mês de vida.

Como Estimular o seu Bebê Mês a Mês - Estimule Brincando por Terapeuta Ocupacional - Mamãe Cria e Brinca - Mãe Sem Frescura

Então, vamos ao texto na íntegra da “Mamãe Cria e Brinca“.
Saiba abaixo como estimular o seu bebê mês a mês.

——————————

Mamães e Papais,

 
Sabiam que brincar está diretamente ligado a aquisições de habilidades que nossos filhos precisam usar no cotidiano?
 
Todas as mudanças no crescimento físico e cognitivo dos nossos filhos se chama Desenvolvimento. Bem como a sua capacidade de aprender as habilidades sociais, emocionais, de comportamento, de pensamento e de comunicação que precisarão para a toda a vida. Todas estas áreas estão ligadas, e cada um depende e influencia os outros.
Como Estimular o seu Bebê Mês a Mês - Estimule Brincando por Terapeuta Ocupacional - Mamãe Cria e Brinca - Mãe Sem Frescura
A brincadeira é importante porque é a principal forma deles de aprenderem e se desenvolverem. A brincadeira é divertida para que seu filho explore, observe, experimente, resolva problemas e aprenda com seus erros.
 
Ele vai precisar de seu apoio e incentivo para fazer isso. Mas é importante encontrarmos um equilíbrio entre ajudá-lo e deixá-lo cometer os erros, porque descobrir sozinho sobre como funciona as coisas faz parte do aprendizado.
 
Coloquei alguns marcos motores e habilidades para atividades do cotidiano do seu filho até completarem 1 aninho de idade.
 

Ao Nascer até os 4 meses, seu bebê poderá:

– Olhar e seguir objetos em movimento
– Sorrir em resposta a vários estímulos 
– Segurar pequenos objetos, como uma bola pequena
– Tirar e tentar colocar a chupeta
– Fazer bolhas com a boca
– Mostrar a língua 
– Cuspir chupeta

Dos 5 Meses a 9 meses, poderá:

– Sentar-se no cadeirão
– Dizer ” ba ou dadada “
– Alcançar objetos quando de bruços
– Segurar uma colher
– Beber em goles
– Chupar a comida na colher
– Usar de xícara mas com auxílio
– Usar Canudo
– Tomar mamadeira sozinho 
– Bater Palmas
 

Dos 10 meses a 1 aninho, poderá: 

– Alimentar-se com as mãos e dedos
– Usar colher e varrer a comida
– Segurar a xícara e bebe
– Puxar para ficar de pé
– Engatinhar
– Começar a subir escadas com 4 apoios
– Descer da cama
– Tentar tirar sapatos
– Passar página de um livro
 

A partir de 1 aninho, poderá: 

– Usar um garfo, beber em copo 

– Empurrar os braços nas mangas e pernas nas calças
– Puxar as meias e tentam colocar sapatos

Como Estimular o seu Bebê Mês a Mês - Estimule Brincando por Terapeuta Ocupacional - Mamãe Cria e Brinca - Mãe Sem Frescura



Sabendo disso aconselho, mamães e papais, a incentivarem estes ganhos nas suas atividades de vida diária, no vestir, alimentar, banhar, locomover. Pois o tempo gasto com eles, brincando, conversando, ouvindo e interagindo com vocês os ajudam a aprender as habilidades de que precisam para a vida, como se comunicarem, pensarem, resolverem problemas, deslocando-se e socializarem com outras pessoas e crianças. 


Portanto, 
Criem e Brinquem juntos.

——————————-

Quer saber mais da Raquel Jaskulski?!

IG @mamaecriaebrinca

Fan Page https://www.facebook.com/mamaecriaebrinca

Terapeuta Ocupacional
CREFITO 5/6124
Membro ABRATO/ Associação Brasileira dos Terapeutas Ocupacionais

 

Apaixonada pela sua família e por corridas, vive intensamente a rotina de mãe que trabalha fora, reforçando o conceito do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Super Nanny – Eu?!

Super Nanny – Eu?!

Vamos lá ao tema de hoje – Super Nanny – Eu?!
É gente… acho que já posso fazer o programa, viu?!srsrsr

É tão difícil educar e ser respeitada… é mto difícil mesmo…
Não vou falar que consegui, mas acho que estou indo mto bem…

Vi pouquíssimo episódios da Super Nanny, li livros e assisti palestra do Içami Tiba… e acho que isso fez com que eu não caia tanto na manha desses pequeninos… srsrs
É… tem que ter sangue frio… pq tem hora que os dramas deles dá dó…
Mas, estou sendo forte… e não deixo tudo não…
Tudo tem a sua hora e lugar certo…

Mãe Sem Frescura - Super Nanny Eu

A minha casa só qdo tem mais criança que tem um monte de brinquedo espalhado… qdo está só ele e eu… pra brincar com um tem que guardar o outro… mas, tem hora que não tem jeito… ele já tem uma coleção de 23 carrinhos Hot Wheels e quer brincar com todos… srsrsrs
Mas, antes de dormir… tem que guardar… e ele guarda… no começo tem que guardar junto, depois eles vão entendendo…

Comer besteira tem hora… um dia o outro ainda vai… mas, mais de 3 dias na semana não dá…
Aqui em casa não tem bolacha recheada (às vezes a Vó dá… quero matá-la… srsrsrs), mas agora deixo escondido e vou dando aos poucos… srsrs… e assim… faço isso com essas besteiras…
Em casa só tem bolacha água e sal, clube social, de rosquinha, maizena… e assim vai…
E ele adora…

Tem fruta… normalmente uma banana e maça…
E cortamos o refrigerante… pq tudo tem a sua hora, né?!

Eu já bati no meu pequeno… mas, mto pouco mesmo… sempre bati na mão… falam que não é bom, mas cada um pensa de um jeito… eu prefiro dar na mão do que no bumbum…
Mas, agora não tem mais isso…
Assisti Super Nanny e agora… é no castigo…

Falo pra ele vir comer… ele não vem… então… falo pra ele “quer ir pro castigo?”… se ele não responder… eu falar que não… pergunto de novo… e se obedecer não vai pro castigo… e não obedecer vai pro castigo…
Não pensem que coloco ele no milho, viu?! srsrsrs
Ele vai pro quarto dele… ele tem que ficar em pé e não pode brincar com nada.

Pq castigo que tem brincadeira, não é castigo…
Ele tem que entender pq está ali…

Ele chora e vc precisa se segurar pra não ir lá…
E qdo achar que está mais calmo (não passa de 5 minutos)… vc vai lá (não deixe ele sair de jeito nenhum… mas, eu nunca tranco a porta… deixo a porta aberta e só falo que ele tem que pensar no que fez)… e pronto… ele faz o que tem que fazer (o que vc pediu… pelo menos aqui em casa resolveu)…

Dá mta dó, mas li no livro do Içami Tiba que se vc ficar olhando pra criança no momento desse… ele vai chorar, fazer manha e vc vai acabar cedendo… e aí… a vida toda será assim.
Se vcs tiver no seu ambiente, ele sai… e se vc tiver no ambiente dele, vc sai… e se for um ambiente em comum, optar por quem vai sair…

Não fique no mesmo lugar que o seu pequenino…
E não bata… não vale a pena…

O que adianta bater, né?!
Vc só desconta a sua raiva e depois se arrepende…

Teve vezes que bati forte na mão dele (só bato na mão)… ficou vermelho…
Nossa… fiquei achando que era uma assassina… srsrsrs
E por isso… eu e o meu esposo optamos por isso…

O meu esposo é meio mole neste ponto…
Ele fala pro Flavio… faz isso senão vou chamar a mamãe…
Eu sou a bruxa… srsrsrs

Mas, com o tempo vamos acertando isso…
Tudo no seu tempo…

 

Apaixonada pela sua família e por corridas, vive intensamente a rotina de mãe que trabalha fora, reforçando o conceito do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

O meu Pequeno e GRANDE dançarino…. srsrsr

O meu Pequeno e GRANDE dançarino…. srsrsr

Como muitos já sabem… o Flavio ama mais do que tudo a dança…
É a vida dele… não pode ouvir uma música que já está lá todo empolgado…

Mãe Sem Frescura - O meu pequeno e grande dançarino

No Natal foi a mesma coisa… estava passando um DVD de música e pronto… ele já se inspirou…
Dá uma olhada…

 

Apaixonada pela sua família e por corridas, vive intensamente a rotina de mãe que trabalha fora, reforçando o conceito do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.