Cuidado com os pequenos na cozinha

Evite acidentes com atitudes simples: atenção redobrada com crianças perto do fogão ou geladeira

 
De forma geral, os pais têm a preocupação de que os pequenos estejam em risco principalmente quando estão nas ruas, no carro ou brincando ao ar livre. É importante, ao mesmo tempo, que a criança seja gradativamente conscientizada, de modo que adquira autonomia e amadurecimento para acompanhar os pais na hora de preparar as refeições. Estudos realizados pela Universidade do Canadá comprovam que crianças acostumadas com a cozinha e que participam ativa ou passivamente de várias atividades adquirem uma dieta mais saudável em relação às que não estão habituadas ao ambiente.
 
Mãe Sem Frescura - Cuidado com os pequenos na cozinha
Foto: http://meupratinhosaudavel.com.br/
Especialistas orientam para que os pais não impeçam a criança de permanecer na cozinha: afinal, no dia a dia corrido, muitas mães cuidam de seus filhos justamente nos momentos em que as mesmas se encontram na cozinha. Com medidas adequadas e simples você torna o coração sua casa 100% seguro para os pequenos.
 

4 dicas para evitar acidentes na cozinha

Pediatras reforçam: o ideal é sempre prevenir, orientar e não deixar a criança sem vigilância ou desacompanhadas próximas ao fogão ou geladeira. O fogão, por conta das queimaduras, e a geladeira, por conta de objetos cortantes (jarras de água ou suco), representam grande ameaça para os pequeninos. Curiosos, não têm noção de perigo e um momento de descuido pode ser fatal. Saiba como evitar acidentes:
   A geladeira, da onde saem legumes, verduras, laticínios e tantos outros alimentos super atraentes, representa sério risco sob vários aspectos: recipientes pesados ou frágeis podem cair no pezinho ou na cabeça da crianças, causando ferimentos, corte e até mesmo fraturas. Mantenha vidros posicionados estrategicamente em altura suficiente para seu filho não os alcance.
   Se o seu filho já tem mais de cinco anos e já tem autonomia para pegar um iogurte ou garrafinha, oriente-o a sempre usar chinelos para abrir a geladeira. Em caso de chão molhado, “interdite” o local e tenha certeza de que a criança não circule pelo local até que o piso esteja completamente seco
   Quanto ao fogão, evite ao máximo utilizar as bocas da frente: seu filho pode tentar mexer em panelas e sofrer sérias queimaduras. Este é um dos acidentes mais letais que podem ocorrer na cozinha
    Forno: é muito comum os pequenos se queimarem com o contato da porta do forno, superaquecida e causando sérias lesões. Caso ocorra algum acidente, o aconselhável é que os pais jamais utilizem receitas caseiras e busquem auxílio médico imediatamente
 

Quais modelos escolher?

Além de supervisionar as crianças na cozinha, os pais também podem escolher eletrodomésticos com características que conferem mais segurança. De acordo com Wesley Alves, Gestor de Marketing e E-Commerce da Gazin Atacado, a variedade de modelos facilita a vida dos pais: “Na Gazin Atacado existem modelosde fogões de 2 a 5 bocas, além dos cooktops. Já entre as geladeiras, há opções com uma ou duas portas, incluindo os modelos side by side.”, disse. Wesley aconselha que o ideal para famílias com crianças pequenas, é optar por modelos de fogão com mais bocas, para que as panelas fiquem nas bocas traseiras. 
 
O cooktop também é uma excelente opção, já que pode ser instalado em uma bancada alta, longe do alcance das crianças, e também não conta com forno, excluindo uma outra possibilidade de queimadura. Já entre as geladeiras, os modelos de duas portas são os mais indicados: “Em refrigeradores de duas portas é possível “esconder” alguns alimentos na parte do freezer, ou ainda distribuir melhor os itens nas prateleira, evitando que os mesmos fiquem muito na beira.”, finalizou.
Avalie