Como ter sexo e romance após a maternidade? 

Mãe Sem Frescura - Como ter sexo e romance após a maternidade - O que fazer para que o relacionamento não caia na rotina - parte2

 

Após anos de casada e filhos…

O seu casamento caiu na rotina?
O seu marido reclama por atenção?
O seu filho dorme com você?

Fique tranqüila, isso não é só com você, e sim, com a maioria dos relacionamentos.

Entretanto, ainda dá tempo de salvar o seu casamento e dar um sacode no seu relacionamento.
Saiba como.

Isabela Leal em entrevista a Mãe Sem Frescura
Isabela Leal em entrevista a
Mãe Sem Frescura

No post de hoje “Como ter sexo e romance após a maternidade? O que fazer para que o relacionamento não caia na rotina?”, Mãe Sem Frescura entrevistou Isabela Leal, pedagoga e especialista em Terapia Familiar e Psicopedagogia, que respondeu as principais dúvidas dos casais, apresentando dicas que ninguém nunca te contou e mostrando como é possível reacender a paixão aliando romantismo e sexo mesmo após a maternidade, trazendo benefícios para todos da família.

Confira a primeira parte da entrevista aqui.
Continuação…

1) O bebê tem quarto, entretanto continua dormindo na cama dos pais. Como isto pode afetar o relacionamento do casal?

Isabela Leal: Isto é bastante contraindicado tanto para o bebê quanto para os pais. Primeiramente, o casal perde completamente a privacidade e o romance, a vida sexual vai ficando cada vez mais para escanteio. Além disso, dormir definitivamente com os pais pode gerar uma dependência no bebê, que por sua vez se acostuma a sempre ter os pais por perto e quando vai ficando maior dificilmente vai se sentir seguro para dormir com tranquilidade sozinho. Ele precisa desenvolver esta segurança com si próprio.

2) A freqüência sexual diminui após a maternidade?

Isabela Leal: Sem dúvidas nos primeiros meses a tendência é que a vida sexual diminua, mas com passar deste período de adaptação à nova rotina e com a regularização hormonal, isso deve naturalmente se normalizar. Portanto não existe regra. A vida sexual vai variar de casal para casal, independente deste ter ou não filhos. O que comumente acontece é que ambos os lados vão se acomodando, pois sexo dá trabalho! O desejo depende do psicológico, requer investimento e nem sempre as pessoas estão dispostas a investirem seu tempo nisso. Mas com o passar do tempo o preço a pagar pode ser alto, pois o sexo não se resume ao ato sexual, vai além disso unindo o casal, gerando cumplicidade e afeto.

3) É possível manter o romance no relacionamento mesmo após anos de casados e com filhos? Qual a melhor alternativa para que os filhos não interfiram na relação do casal?

Isabela Leal: Sem dúvidas é completamente possível! Porém, como eu disse acima, requer interesse, vontade, esforço e dedicação de ambos os lados de um casal. Toda relação passará por altos e baixos. Fases mais românticas, outras nem tanto, mas se o casal mantém os objetivos de vida em comum, se ama e mutuamente possui a vontade de fazer dar certo, é totalmente palpável o sucesso do relacionamento. A questão é que atualmente tudo é muito fácil. Estamos numa era em que na primeira dificuldade, as pessoas desistem, mas aí no próximo relacionamento esbarram no mesmo problema. Ou seja, todas as relações terão dores e delícias e é ilusório acreditar nos romances perfeitos dos contos de fada. Mas um casamento real também pode ser incrível mesmo com os erros e acertos, afinal, é com eles que aprendemos e evoluímos. Porém, interferir minimamente os filhos sempre vão. Mas, e se enxergarmos isto como algo positivo? É tudo uma questão administrativa onde o bom senso e o equilíbrio fazem a engrenagem funcionar perfeitamente!

________________________________________________________________________

 

Confira a primeira parte da entrevista aqui.

Siga as dicas e salve o seu casamento, ainda dá tempo.
Não perca a oportunidade.

Ajude as suas amigas também.
Comente e Compartilhe! 

Saiba mais a respeito de Isabela Leal:
Pedagoga
Especialista em Terapia Familiar pela Logos/Abratef
Especialista em Psicopedagogia pela Uerj
E-mail: conexaopaisefilhos@gmail.com
Instagram: @conexaopaisefilhos

Avalie