É Certo Comparar o seu Filho com o dos outros?!

Quando temos o nosso bebê, cada coisinha que fazem por pequena que seja é uma grande alegria. Vibramos quando dão o primeiro sorriso, a primeira risada, o primeiro carinho, quando seguram a chupeta sozinho, quando falam qualquer barulhinho. Nossa!!! Como é bom lembrar estes momentos que marcam a vida de qualquer mãe.

Sou super ansiosa por natureza, para mim tudo é para ontem e tive que me acostumar que o meu pequeno tinha o seu tempo para fazer suas conquistas. Realmente é uma emoção sem fim.

Talvez o que tenha mais me marcado foram os primeiros passos, pois torci muito para que acontecessem até o aniversário de 1 ano. Mas, infelizmente não foi possível. Ele somente andava apoiado nos objetos e ainda por pouquinho tempo. Fiquei triste na hora, mas percebi que a minha ansiedade só atrapalhava o seu processo de desenvolvimento.

Muitas vezes definimos que é a hora dos filhos fazerem tais coisas, porque o filho do vizinho faz.

Mãe Sem Frescura - É certo comparar o seu filho com o dos outros 1

É certo comparar o seu filho com o dos outros?A comparação traz frustração, ansiedade e dependendo da idade da criança até um trauma que levará para a vida toda.

“Quando os pais fazem comparação entre os filhos ou comparam estes com os filhos de outros, a criança sente que não é apreciada como é, que teria que ser diferente para ser aceita e amada. Quando os pais só percebem e apontam os erros como se acertar não fosse mais que obrigação, o filho acredita que nunca vai conseguir corresponder as expectativas e que é preciso ser perfeito para ser aceito. Quando os pais tentam ferir o comportamento ferindo o caráter dizendo coisas como: deixe de ser burro menino, você não presta para não, com você não tem jeito mesmo”. (texto: Pisc. Elizabete Pimentel – fonte: http://www.clickfamilia.org.br )

Sei que é inevitável a comparação, mas temos que pensar muito antes de falar qualquer coisa aos nossos filhos. Que tal estimulá-lo de alguma forma sem compará-lo com ninguém?!

Já relatei aqui no blog um post que o meu filho não falava. Estava desesperada, porque o filho do vizinho falava e o meu não. (post: Ele ainda não FALA!!!! E agora?! )

Cada criança tem o seu tempo desenvolvimento com as suas habilidades e aptidões, ou seja, uns tem habilidades para falar, outros para andar e outros para ler. Temos que incentivá-los a desenvolver a habilidade que notamos que é mais deficiente, mas nunca usando de referência o outro.

Cada criança é única e tudo tem o seu tempo para acontecer.
A pressão gera desmotivação.

 

É Certo Comparar o seu Filho com o dos outros?!
3.67 (73.33%) 3 votes