Dia 26 de julho – Dia dos Avós.

 
Você já imaginou a vida do seu filho sem os avós? 
É difícil de imaginar a vida de uma criança sem os avós, porque quando pensamos neles lembramos de pessoas super cuidadosas e que fazem com que uma simples mesa de chá da tarde vire um banquete. Os avós de antigamente (como os que eu tive) faziam exatamente isso.
Mãe Sem Frescura - Dia dos avós
fonte: http://ondalivreradio.blogspot.com.br


A vida toda passei os sábados e domingos nas casas dos meus avós e toda família sempre estava presente, uns porque queriam realmente estar ali e outros por obrigação, porque antigamente era assim, ou seja, todos precisavam estar ali reunidos e se você não fosse estava perdido, tinha que justificar a ausência.

 
Os tempos mudaram e hoje os avós saem com os netos, brincam e se divertem num momento que pode incluir os pais da criança ou não. O mundo mudou e os avós também mudaram. 

“Quantos avós ´tradicionais´ você conhece? Eles ainda podem ser vistos por aí, mas a imagem de velhinho frágil, delicado e de cabelos brancos parece estar cada vez mais afastada do nosso cotidiano. Hoje, avôs que praticam esportes com os netos e avós que saem para jantar e passear com as netas, por exemplo, são figuras bastante comuns nas cidades – e todos saem ganhando com isso. (fonte: Elisa Feres – Revista Crescer)

Pessoas mais saudáveis estabelecem vínculos mais saudáveis, e repertórios mais amplos permitem uma variabilidade maior de interesses. Esses ‘novos’ avós e netos têm, nesse sentido, mais pontos de contato. Não consigo enxergar prejuízos nessa mudança de cenário”. (fonte: Psicóloga Lidia Aratangy em entrevista para Revista Crescer)

Mãe Sem Frescura - Dia dos Avós - A importância do convívio com os avós



Há dias que você precisa dar uma passeada com o marido, e na maioria das vezes, os avós são as pessoas escaladas para ficarem com a criança. Você deixa todas as recomendações, por mais que saiba que eles já sabem tudo de cor, mas mesmo assim, você faz todo um script. Para que? Você tem certeza que eles não seguirão nada que você pediu. Não é verdade?! 

 
Você já falou para sua mãe ou sogra “Ele não pode comer chocolate”? 
Quando você chega, a criança está toda suja de chocolate. 
O que isso quer dizer?
O que fazer? 

Não adianta discutir, na casa dos avós pode tudo e é difícil determinar uma regra quando a criança está lá. O ideal é contar até 10, respirar fundo e relaxar. Pense que eles só querem curtir o neto tão sonhado e quebrar todas as regras estabelecidas pelos pais.

E você que é vovô ou vovó?
Que tal curtir os netos e aproveitar este momento que passa tão rápido?! 

Parabéns a todos os vovôs e vovós!

Compartilhe esta ideia! 

 

Avalie