Vida nova, mudança de casa, quer dizer, mudança de escola. Como escolher? O que precisa ser avaliado?

Nas últimas semanas passei dias bem nervosa, mas esta semana tudo está se acertando. Sou uma pessoa extremamente ansiosa e não consigo dormir se não tiver resolvido alguma coisa. Sou meio louca mesmo, viu?! kkk

Vou contar uma pouquinho das minhas últimas semanas. Como já sabem o meu esposo voltou a estudar e já estou me acostumando com isso. Vendi o meu apartamento e compramos uma apartamento na planta há 1 ano e meio que resolveram entregar 6 meses antes, o que é ótimo, não é mesmo?! Mas, aí um monte de coisas vai mudar na minha vida além do meu endereço, como a escola do meu pequenino, o que é a minha maior preocupação neste momento.

 

Mãe Sem Frescura - Vida Nova - Tudo Novo - Como escolher a escola

 

É… a escola realmente é uma preocupação. Selecionei algumas pelo telefone pelo atendimento, pelo valor e serviço, pois não temos que só ver o preço, e sim, tudo.

Na fase do meu filho (2 anos), ele não terá aulas, e sim, brincadeiras direcionais, mas o item mais importante (pelo menos pra mim) é a alimentação dele. Lógico que todo resto conta, entretanto nesta fase a alimentação é tudo e muitas que liguei e visitei não estão preocupadas com este quesito.

Eles querem deixar as crianças numa sala e elas que se virem pra brincar e não é isso que quero. Quero mais!!!! Tem que ter coisas diferentes e muitas coisas achei super legal, porque tudo é voltado para brincadeira, mas cada uma de forma diferente. Tem algumas escolas que a partir de 3 anos oferecem (a parte ou incluso) judô, ballet, capoeira, natação, inglês, música, artes, xadrez, educação física e muito mais.

O meu esposo deu risada quando falei que tinha judô e capoeira, mas eu achei demais. Porque para ele o judô será uma brincadeira com uma roupa diferente e com o tempo entenderá o que é.

Não temos que buscar salas fechadas, e sim, ambientes ao ar livre, com jardim e tudo mais, o que não é fácil numa cidade como Sâo Paulo.

Visitei uma escola que deu nojo e não entendi como tem pais que deixam o seu filho ali. Que horror!!! Temos que olhar tudo e avaliar, nos questionando “Eu ficaria neste lugar?”, “O meu filho está num ambiente apropriado?”, etc…

A escola que o Flavio está hoje é perfeita (lógico que tem alguns defeitos). Ele come bem, brinca, é querido pelos amigos e pelas tias, e isso, é o mais importante pra mim nesta fase.

 
Íamos mudá-lo de escola no começo do ano, mas como a mudança será um pouco depois, ou seja, manteremos nesta escola e depois ele mudará. Será um tempo difícil pra ele – escola nova e casa nova – mas, com o tempo ele se adapta.

 

 

Avalie