Olá!!!

Sabe… essa é uma decisão muito difícil.

Além de voltar a trabalhar com aquele aperto no coração… ainda precisamos resolver com quem deixamos os pequeninos… é muito difícil, mas temos que ter bom senso, né?!

Logo que engravidei já decidi que ia deixar o meu filhote no berçário…, pois não queria que o fato de deixar com os meus pais fossem um problema tanto para eles quanto para mim.

Casa da Vovó

Pontos Fortes:
– criado com muito amor
– cuidam com muita dedicação qdo ficam doentes
– alegria da casa
– a casa da vovó nunca fecha
– gastam menos fraldas e itens de higiene
– sem custo

Pontos Fracos:
– provavelmente ficará mimado
– vovó sempre faz tudo que os netos querem
– dão chocolate, doces e muitas outras coisas que vc não quer
– pode se meter na sua vida ou como educa o seu filho
– vc não pode exigir, pois afinal estão fazendo um favor pra vc
– no começo pode até ser lindo, mas depois vira obrigação
– não se relaciona com outras crianças

Sabe… eu sei que fui super rigorosa… , mas até hoje acho que tomei a decisão mais correta e não me arrependo. Pq também o Flavio se adaptou mto fácil ao berçário… e só deixo na casa da vovó qdo realmente preciso.

Pode parecer q sou dura demais… mas, quero o melhor para o meu filho… e sei que ele está bem no berçário.

Berçário

Pontos Fortes:
– contato com outras crianças
– aprende a dividir
– brincam até se acabar
– comem direito (comida nutritiva) e no horário correto
– sociável (vai com todo mundo)
– independência

Pontos Fracos:
– quadro de funcíonários pode ser rotativo (pode ser difícil a adaptação do seu filho com outra pessoa)
– tem horário para fechar
– o acompanhamento não é tão de perto (tem que ficar sempre de olho aberto)
– gastam mais fraldas e itens de higiene… srsrsrsr
– é caro

Ai… pra mim é difícil falar os pontos fracos… pq na minha cabeça tento enxergar somente os pontos positivos… srsrsrs
Estou sempre atenta para não ficar com dó de deixá-lo no berçário… mas, sempre achando que estou fazendo o melhor por ele… sei que difícil, mas é necessário, né?!

A escolha do berçário é bem difícil… na verdade eu dei mta sorte.
Fui somente em dois… um era um horror… sai de lá quase chorando.
As tias todas desarrumadas, as crianças (de outras salas) tudo gritando… sem nenhuma ordem, sem espaço para brincarem, não davam banho… e muito mais… um horror.

Ai… fui visitar a que matriculei o Flavio… nossa… adorei… uma diferença absurda… não tinha comparação.
Tudo limpo, arrumado, as crianças nas salas estavam comportadas, tudo pintado, as tias de branco com os cabelos presos, os itens pessoais de cada bebê em caixas com o nome de cada aluno, os berços com o nome de cada um, piso perfeito para bebês e muito mais…
Eu amei!!! Sai de lá feliz da vida… e deu tudo certo.
Por isso, qdo for visitar não marque hora.

Depois só levei o meu esposo para conferir, pq depois sempre a culpa é da mulher, né?! srsrsrsr

Agora deixar com babá… eu tenho mto medo… mas, vamos lá….

Babá

Pontos Fortes
– preparação da comida
– lava e passa a roupa do bebê
– cuidado individualizado
– pode ficar mimado

Pontos Fracos
– deve ter mto cuidado para contratar
– não é possível controlar tudo
– não se relacionam com outras crianças
– podem te deixar na mão em qualquer momento
– é mais caro que berçário (dependendo)

Então… é isso…
Agora a decisão é com vcs, né?!

Não importa a decisão que tomem… mas, pensem só nos pontos positivos (claro que não esquecendo de ficar sempre atenta)… pois senão a gente fica maluca.

Mas, olhem como ele se adaptou bem nos primeiros dias até hoje.

Bjs,

Flavio com 5 meses – primeira semana no berçário

Flavio com 5 meses – primeira semana no berçário

Flavio com 7 meses – esperando quietinho a comida… srsrsrs
Obrigada pela visita e volte sempre!
Estamos presentes no Facebook, Google + e Instagram. *

Priscila Casimiro *
Mãe Sem Frescura *
www.maesemfrescura.net

Berçário, Vovó ou Babá???
Avalie